Os Integrantes do Bragança Bossa Jazz 

José Roberto Ninni - Piano

Iniciou seus estudos com o professor Adelson Azevedo Jr., em 1958, em Bragança Paulista. Fez aperfeiçoamento em improvisação e harmonia com Didi no Conservatório Paes de Barros em São Paulo. Integrou o conjunto de bailes Blue Boys como diretor artístico e tecladista, onde se apresentou em vários canais de televisão.

Gravou "jingles" de sua própria autoria para empresas. Participou de vários workshops de jazz. Atuou como flautista na Orquestra Sinfônica de Bragança Paulista. Hoje é um estudioso de harmonia moderna, dando orientação a vários tecladistas e tem a bossa nova como tendência musical de sua geração.

É também formado em Administração de Empresas pela Faculdades Metropolitanas Unidas de São Paulo e dedica-se a música e ao comércio. Atualmente participa com piano acústico e teclados e compõe os arranjos do Bragança Bossa Jazz.

Fábio Calzavara Júnior - Contrabaixo

Filho de Fábio Calzavara, músico fundador da Sociedade Sinfônica (SSAAM), iniciou seus estudos com Agrício da Costa Muniz, músico da Orquestra Sinfônica de Bragança Paulista, ingressando logo após na Escola Municipal de Música de São Paulo, onde deu continuidade aos seus estudos de contrabaixo acústico (clássico) com o professor Marco Antônio Brucoli.

Pesquisando o baixo elétrico participou de estudos especializados recebendo diploma de Master Class com o baixista inglês Duncan Matier. Estudou teoria e leitura em 7 claves com o professor Francisco Celano.

Integrou o Blue Boys e apresentou-se como convidado nas orquestras sinfônicas de Pouso Alegre, Campinas e Guarulhos. Atualmente pertence ao quadro de músicos da Orquestra Sinfônica de Bragança Paulista e é Diretor do Patrimônio da SSAAM.

Sua tendência é totalmente clássica, defendendo o jazz como arte instrumental. Exerceu o cargo de inspetor da Orquestra Sinfônica da USP. É formado em Direito mas dedica-se apenas à música.

Vitório Calzavara - Bateria

Filho de Fábio Calzavara, músico fundador da Sociedade Sinfônica (SSAAM), iniciou seus estudos de música com o Maestro Demétrio Kipman e bateria sob a orientação de Dario Giovannini. Em São Paulo fez estudos de jazz e big-bands com Dirceu Medeiros e Duda Neves.

Principais orquestras que atuou como baterista: Roberto Ferri, Clodo e sua Orquestra, Orquestra Panamericana, Orquestra de Willian Fourneaut e Modernistas de Itatiba. Fundou e dirigiu o conjunto Blue Boys por dezoito anos, estudou percussão clássica com Cláudio Stefan, cursou a Escola Municipal de Música de São Paulo (E.M.M.) e diplomou-se pela Ordem de Músicos do Brasil.

Como percussionista atuou nas Orquestras Sinfônica de Guarulhos, Pouso Alegre e São José dos Campos. 

Aposentou-se na Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. Atualmente é percussionista da Orquestra Sinfônica de Bragança Paulista e baterista do Bossa Jazz. É formado em Letras mas dedica-se inteiramente à música.